quinta-feira, abril 19, 2018

Era uma vez uma guerra..



Música "Menina dos Olhos Tristes" de José Afonso (1969)

Era uma vez um "senhor" que tinha o poder de mandar num pequeno país...  um dia esse senhor resolveu brincar ás guerras...
Então agarrou nos soldadinhos que não eram de chumbo, mas sim de carne, osso e lágrimas e moveu-os para as terras que no mapa ele dizia que eram "suas".

Houve muitos que resistiram e se opuseram a esta guerra então deram o "salto" para outros pontos do Mapa Mundo.
Alguns conseguiram outros nem tanto assim e foram "agarrados" pelos policias do senhor e ficaram presos.

Os outros soldadinhos foram então "em força" para aquelas terras que eram do dito "senhor"!

Durante as viagens para chegar ao seu destino, o que passaria na cabeça dos soldadinhos... medo?
Receio do desconhecido? Medo de não mais voltar?
Incógnitas e pontos, muitos pontos de interrogação???

Muitos foram aqueles que em guerra tombaram, muitos outros ficaram "quebrados", nas pernas, nos braços, os olhos ficaram embaciados de tristeza para o resto da vida...

Muitas são as histórias que não se podem contar, pois são tortuosas de mais para o fazer!

13 anos depois e já após a morte do senhor, dá-se uma uma revolta de outros soldadinhos e tudo aquilo que durante 40 anos foi calado, proibido, riscado, amordaçado, foi finalmente LIBERTADO!

E a guerra acabou! E os soldadinhos que estavam nas terras que não eram do senhor regressaram à sua terra, com marcas profundas, do que viram, fizeram e passaram!

A "melancolia", como lhe chamavam na altura tomou conta de muitos desses homens, transtornando a sua vida e a vida dos que os rodeavam durante muitos e longos anos!

Esta é a história breve da nossa Guerra Colonial , que durou treze anos e que matou mais de oito mil portugueses...

Uma vénia a todos os que por lá estiveram, aos que regressaram vivos, aos que regressaram vivos mas com mazelas irreversíveis para toda a vida e para os mortos!

Sei que este é um tema que incomoda, que toca em feridas que nunca irão sarar, mas eu tinha de falar dele!

Cumprimentos a todos!
Sandra C.


sábado, abril 14, 2018

Sugestões para o fim-de-semana...

Olá a todos. Mais um fim-de-semana ai está. O tempo corre e já estamos a meio de Abril. Não existe maneira é do tempo melhorar..
Espero que gostem das sugestões:

Teatro na Amadora pelo Grupo de Teatro Aloés
O quê: "Coragem Hoje, Abraços Amanhã" de autoria da actriz Joana Brandão, tendo como base os depoimentos, cartas e memórias de mulheres que durante o Estado Novo foram presas e sujeitas à tortura do sono pela PIDE.
Onde: Nos Recreios da Amadora Avª Santos Matos nº 2 na Amadora (sexta e sábado pelas 21h30, domingo pelas 16 horas)
Bilhetes: Através do número 916648204 ou teatrodosaloes@sapo.pt

Literatura
O quê- Lançamento do Livro Vida Paleo Vi
ver em Pleno pela autora Érika Lopes, onde a autora desmistifica este estilo de alimentação, tal como a autor refere "Paleo não é um plano para perder peso, Paleo é um conceito, uma filosofia de vida e uma forma de estar na vida."
Onde- Chiado Café Literário na Rua de Cascais nº 57 em Alcântara.
Quando: Entre 13 e 15 de Dia 15 de Abril entre as 16h00 e as 17h30

Festa

O quê- O Nepal comemora o Festival do Ano Novo do Nepal 2075 B.S., neste evento vamos poder ver desde exposições de arte e cultura, danças, degustar alguns pratos, tudo alusivo ao Nepal.
Onde - Praça do Martim Moniz -Lisboa
Quando- 15 de Abril entre as 13h00 e as 20h00.
Bilhetes: Entrada Gratuita

Se na zona da vossa residência existir algum evento que gostassem de ver publicado digam-me coisas, comentem por aqui.
Um bom fim-de-semana a todos!
Sandra C.

quinta-feira, abril 12, 2018

Desafio "Dois"...


Olá  todos!
Hoje resolvi criar um post com um desafio que vi no blog da Marta Martins , o desafio "Dois".
Então aqui vai...
Fotos by Pinterest

Dois nomes?  Sandra Cristina (Para algumas pessoas serei sempre a Sandrinha e para muito poucas a Cristina.
Dois verbos? Fazer e Escrever
Dois dias? Sábado e Domingo (são para "descansar", como diz a minha filha).
Duas peças de roupa? Calças e Túnica
Duas bebidas? Água e chá.
Dois doces? Não gosto de doces
Duas paixões? Teatro e Artesanato
Dois amores antigos? Teatro e Dança
Dois vícios? Não tenho disso
Dois sentimentos? Amor e Saudade
Duas palavras? Vida e Sentir
Dois cantores/bandas? Briam Adams, Dulce Pontes
Dois pratos de comida? Empadão de carne (Arroz) e Polvo à Lagareiro
Duas flores? Amarílis e Rosas
Duas cores? Azul e Bordeaux
Duas frases? "E é amar-te assim perdidamente, e é seres alma e sangue em mim e dizê-lo cantando a toda a gente"- Florbela Espanca
"Chegou a hora do silêncio, quero gritar...gritar...gritar, tenho asas, muitas asas... e não me deixam voar..." De Maria de Lourdes Agapito.
Dois medos? Baratas e Baratas (Odeio mesmo!!!
Dois lugares? Londres, Sintra
Dois desportos? Dança e Ginástica Rítmica
Duas companhias? O meu marido e os meus filhos


Deixo o desafio a todos os que queiram fazê-lo...
Beijinhos a todos
Sandra C.

segunda-feira, abril 09, 2018

Férias para que vos quero!!


                                                                  Image from Pinterest
Sim, é verdade, hoje começamos uma semana de férias (eu e o meu marido, os miúdos) estão na escola!
Não que a situação me agrade de todo, porque férias para mim,é estarmos todos juntos e sairmos de Lisboa!
Mas na falta de melhor, é o que se arranja!

Começamos o fim-de-semana da melhor forma a ir ao cinema com os miúdos e sogros para ver o filme "Peter Rabitt" e foi muito bom... começar e acabar o filme a rir verdadeiramente com vontade! Recomendo!

No resto da semana vamos aproveitar para conhecer alguns locais onde nunca estivemos e voltar a outros apenas porque nos apetece!!


Em Sintra, queremos descobrir a  Vila Sassetti (Images from http://www.e-cultura.sapo.pt/), por ser um local idílico, mesmo à espera de quem o visite e queira descobrir os seus encantos!
Espera-se frio e alguma chuva! Espero que o São Pedro seja amiguinho...

 


 Num destes dias e para comemorar 17 anos de "namoro" (sim, eu sei que ninguém comemora estas coisas, já não se usa!! Mas eu faço questão de lembrar sempre esta data!), vamos dar uma volta até Lisboa.
Ir até à baixa, subir até a Graça e procurar um sitio que me parece não dever concretamente nada à beleza, mas eu quero muito lá ir, ao Museu do Aljube , um sitio onde tanta coisa de mau aconteceu durante a ditadura Salazarista, quero lá ir para prestar uma homenagem por todos os que passaram neste local.

                                                      Image from http://www.cm-lisboa.pt

Iremos também almoçar no Festival do Peixe e ver como ficou o Pavilhão Carlos Lopes após as obras!
E depois se o tempo permitir, caminharmos por ali, a fim de descobrir mais recantos da cidade que escondido e tem sempre tanta beleza em segredo!

Eu darei noticias!

Uma coisa apenas a notar... tenho pena que ao contrário do mês passado, os comentários por aqui escasseiam, talvez porque o tema que esteja a abordar este mês não interesse.
Se assim for lamento! Continuarei a escrever aquilo em que acredito... não o faço em busca de likes na página do Facebook, nem de mais seguidores, nem de muitos comentários por aqui!
Se houvesse era bom, se não há paciência, para a frente é que é caminho!!

Beijos e abraços a todos!
Sandra C.